domingo, 17 de maio de 2015

[Divulgação] - Youth Lab


[Novidades] - 20|20: Novidades Maio


Há muitos anos, Lois Brandt espreitou o frigorífico da sua melhor amiga e encontrou nas prateleiras quase vazias apenas um pequeno pacote de leite. A família da melhor amiga não tinha dinheiro suficiente para comprar comida.

Este episódio inspirou a autora a escrever O Frigorífico da Magui como forma de abordar o tema da fome e da pobreza infantil, um flagelo que afeta milhões de crianças em todo o mundo, não só nos países em desenvolvimento mas também nos países desenvolvidos, principalmente naqueles afetados pela crise de 2008, como Portugal.

Lois Brandt procurou com este livro chamar a atenção para a questão da pobreza infantil, bem como desenvolver iniciativas que ajudassem a transformar palavras em ações.

A Sofia e a Magui vivem no mesmo bairro, brincam no mesmo parque e andam na mesma escola. Mas, enquanto o frigorífico da casa da Sofia está cheio, o da casa da Magui está vazio — completamente vazio.
A Sofia descobre que a família da Magui não tem dinheiro, e que é por esse motivo que tem o frigorífico tão vazio. A Sofia quer muito ajudar a amiga, mas como prometeu não contar a ninguém, vê-se perante um dilema: manter a promessa que fez, ou contar à mãe que a Magui precisa de ajuda.

A Booksmile disponibiliza a leitura dos primeiros capítulos aqui.

O Frigorífico da Magui (Booksmile | 40pp | 12,99€ | 5+) aborda estes temas bem atuais, com extrema sensibilidade, e mostra igualmente como a força da amizade pode ajudar a superar os momentos mais difíceis.
 
«Este livro é notável. As ilustrações luminosas e agradáveis suavizam o tema da história, ao mesmo tempo que transmitem os complicados sentimentos das personagens, como a preocupação e a vergonha. Uma forma profunda de tratar o tema da fome infantil.» - Kirkus Reviews

«Uma história que poderia ser apenas uma mensagem sobre a fome. Em vez disso é um livro sobre duas melhores amigas que cuidam uma da outra.» - Kid-Lit-Reviews.com

Vencedor do Christopher Award, em 2015, está nomeado para o Washington Children's Picture Book Award. Em 2014 foi distinguido com o Top Mighty Girl Book For Younger Readers.

O Frigorífico da Magui é pois um livro relevante que pode ser lido em casa ou na sala de aula, sensibilizando crianças e adultos para o tema.


Lois é professora e inspira-se muito em imagens e em acontecimentos da vida para criar histórias para crianças. Vive em Seattle, nos EUA, com o marido e os filhos. O Frigorífico da Magui é o seu primeiro livro infantil ilustrado, com o qual já venceu inúmeros prémios. Visite o site oficial da autora emwww.loisbrandt.com.


Os adolescentes são rebeldes, vivem a queixar-se dos pais, de como eles arruínam as suas vidas, e de como ninguém os compreende. Aqui está um livro com que muitos adolescentes «naquela fase» se irão identificar. Uma boa leitura para os dias de verão.

Uma obra premiada com o Irish Children's Book of the Year.

«Encontrar um livro assim divertido, para adolescentes, sobre adolescentes, é um deleite.» - School Library Magazine

Chamo-me Rebeca e a minha mãe ARRUINOU a minha vida! Eu nem me importava que ela fosse uma escritora famosa, até que ela decidiu escrever um livro sobre uma adolescente. E adivinhem só: toda a gente julga que o livro é sobre mim! Incluindo o rapaz por quem me apaixonei (já vos disse que não sei o nome dele?).
Que vergonha!
Não me resta outra saída: tenho de arranjar uma maneira de mostrar a toda a gente quem é a VERDADEIRA Rebeca.
MAS COMO?

A Booksmile disponibiliza a leitura dos primeiros capítulos aqui.

Lê o diário da Rebeca e fica a conhecer a sua versão (a verdadeira) do dia a dia de uma adolescente: as melhores amigas com quem passa horas ao telefone; a irmã mais velha, que não a compreende; os pais, que passam a vida a embaraçá-la; a miúda mais popular da escola, que não perde uma oportunidade para a atormentar; e o «Rapaz dos Jornais», o miúdo mais giro do mundo… Conseguirá a Rebeca mostrar que pode ser muito original e surpreender-nos a todos?

O Diário da Verdadeira Rebeca (Booksmile | 288 pp | 13,99€ | 12+) é o primeiro volume de uma série premiada, com histórias cheias de humor e situações, algumas normais, outras extraordinárias, como as que são vividas por muitos adolescentes, e que cativarão os leitores mais jovens.

«Uma grande nova voz e definitivamente uma Princesa dos Adolescentes.» - Books for Keeps

«Os diálogos destacam-se pela sua autenticidade e humor sardónico... Uma grande estreia!» - Irish Independent

Anna Carey nasceu em Dublin, na Irlanda, e é jornalista freelance. Escreveu artigos para o Irish Times, o Irish Independent e muitas outras publicações.
Anna juntou-se à sua primeira banda quando tinha quinze anos e ainda cantou e tocou em várias bandas musicais durante quinze anos. O seu último grupo, El Diablo, lançou dois álbuns e andou em tournée por toda a Irlanda.


Agora que as aulas estão quase, quase a acabar, nada como programar boas leituras para as férias e incluir este livro na lista!

James Patterson não se interessa nada pelo Prémio Nobel, o que lhe interessa é pôr os miúdos a ler.

Em Portugal, as suas coleções ConfissõesMaximum RideEscola e Eu Cómico, editadas pela Booksmile, têm conquistado os leitores mais jovens, e agora chega mais um livro hilariante, para todos os miúdos e miúdas que gostam de robots e de invenções ou simplesmente de histórias divertidas, cheias de peripécias, a que já nos habituou James Patterson.


Eu sou o Sammy. Sou um miúdo igual a tantos outros... exceto num pormenor: vivo numa casa CHEIA de ROBOTS!!!
Por vezes até é divertido viver com robots: o SR. LIMPOPÓ mantém a nossa casa arrumada; o McBUSCA é o nosso cão-robot; o DRONE MALONE é um robot-helicóptero que faz os relatos do trânsito para uma estação de rádio; mas há muitos, muitos mais robots a viver cá em casa...
E agora a minha mãe criou o E (já vos contei que é a minha mãe a responsável por todas estas invenções?), um robot muito irritante que se julga meu irmão e vai atrás de mim para todo o lado. Até para as aulas! Se eu antes já não era o miúdo mais popular da escola, imaginem agora! NÃO SEI COMO SAIR DESTA!
Tens alguma ideia brilhante? Preciso mesmo de ajuda!

A Casa dos Robots (Booksmile | 336 pp | 15,49€ | 9+) é uma leitura a não perder!

A Booksmile disponibiliza a leitura dos primeiros capítulos aqui.

James Patterson já criou mais personagens inesquecíveis do que qualquer outro escritor da atualidade. É o autor dos policiais Alex Cross, os mais populares dos últimos vinte e cinco anos dentro do seu género. Entre os seus maiores bestsellers estão também as coleções Private: Agência Internacional de InvestigaçãoThe Women's Murder Club (O Clube das Investigadoras) e Michael Bennett.

James Patterson é o autor que mais livros teve até hoje no topo da lista de bestsellers do New York Times, segundo o Guinness World Records. Desde que o seu primeiro romance venceu o Edgar Award, em 1977, os seus livros já venderam mais de 305 milhões de exemplares.
Patterson escreveu também diversos livros para leitores jovens e jovens adultos, de grande êxito, entre os quais estão as séries ConfissõesMaximum RideEscola e Eu Cómico.
Em Portugal, James Patterson é publicado pela Topseller (adulto e jovem adulto) e pela Booksmile (juvenil).


O Bando das Cavernas está de regresso com mais uma aventura de chorar a rir!

Nuno Caravela estará presente na 85ª edição da Feira do Livro de Lisboa, no pavilhão da Booksmile, no dia 31 de maio (Véspera do Dia Mundial da Criança), às 15h, para uma sessão de autógrafos e uma troca de palavras com a criançada! Aproveite e leve os seus filhos a conhecer o autor do Bando mais maluco do momento.

Um Tigre no Quarto é o volume número 10 desta divertida coleção, 100% portuguesa, que tem provocado muitas gargalhadas pré-históricas nos leitores mais novos! Tocha, Ruby, Menir, Kromeleque, Tzick e Sabre. Eles são um grupo muito especial de amigos que nasceram da fértil imaginação de Nuno Caravela, autor dos textos e ilustrações. E na compra deste volume ainda recebe uma caneta exclusiva de oferta em forma de osso!

Perfeito para crianças que estão a iniciar a leitura autónoma e também para pequenas encenações numa tarde divertida com os amigos, estes livros são já indispensáveis na biblioteca juvenil lá de casa!

O Bando das Cavernas: Um Tigre no Quarto (Booksmile | 128 pp | 8,99€ | 7+), vindo dos confins do tempo, está repleto de aventuras e gargalhadas. Tudo por causa de um grupo muito especial de amigos: o Tocha, a Ruby, o Menir, o Kromeleque, o Tzick e o Sabre. Eles são o Bando das Cavernas!

Nesta divertida aventura vais ficar a saber como o Sabre e o Tzick se juntaram ao Bando das Cavernas para assistir ao mais louco desfile de mascotes de sempre. Entre muitos animais incríveis, vão participar no desfile o porco-banquinho, o papa-formigas-aspirador e até o pinto-bull do avô Basalto.

A Booksmile disponibiliza a leituras dos primeiros capítulos aqui.

A confusão está garantida. Mas ainda há mais! Irás também fazer uma visita guiada ao Parque Natural Pedra Amarela, onde uns Neandertais já bem nossos conhecidos tentam, uma vez mais, escapar ao perigo de extinção. Com tantas peripécias, esta vai ser, de certeza, uma das tuas aventuras de estimação.
Diverte-te a ler com o Bando!
«Com esta coleção pretendo, acima de tudo, divertir e estimular a imaginação dos mais novos, transportá-los ao longo das páginas para um mundo de descobertas, onde tudo é possível. Onde todos os personagens, cada um com as suas diferenças, limitações, defeitos e virtudes, se tornam amigos nos quais se pode confiar e que acompanhamos em qualquer aventura

É assim que Nuno Caravela explica o nascimento desta coleção, mais uma aposta da Booksmile em autores portugueses que escrevem para jovens leitores. Nuno caravela tem percorridos várias cidades do país a convite de escolas, fruto do sucesso da coleção. Conheça os dez livros que compõem esta divertida coleção em: www.booksmile.pt/coleccao/o-bando-das-cavernas.

[Novidades] - Chancelas Porto Editora: Maio 2015


Títulos: A bela é o monstro e O jogo da meia-noite 2.
Autor: Rui Péricles
Formato
: e-wook
PVP: 2,99 €

Coolbooks publica dois novos livros de terror

Coleção juvenil Criptocontos, de Rui Péricles, já conta com oito títulos o sítio dos novos autores

A partir de hoje, 14 de maio, estão disponíveis em coolbooks.pt e na livraria virtual wook.pt. dois novos livros de terror da coleção juvenil Criptocontos, da autoria de Rui Péricles, intitulados A bela é o monstro e O jogo da meia-noite 2.
Esta coleção, iniciada com o lançamento da Coolbooks, no final de abril de 2014, apresenta histórias de terror direcionadas para um público jovem (inspiradas pela famosa série “Arrepios”), com muito suspense e também elementos sobrenaturais: fantasmas, monstros e seres fantásticos. Com estas duas novidades, a coleção Criptocontos passa a contar com oito títulos.
Nascido em 1994, Rui Péricles adquiriu desde cedo o gosto pela leitura e pela escrita. Foi vencedor do Concurso Ortográfico nos seus quinto e sexto anos letivos e tirou o curso de Humanidades. A paixão pelo género do terror inspirou-o a escrever a coleção Criptocontos. R. L. Stine e J. K.
Rowling são dois dos seus autores preferidos. É fã de séries como Sobrenatural e Family Guy e gosta de ver programas de fantasmas 

A Coolbooks acaba de assinalar 1 ano de existência, durante o qual publicou 33 livros de 23 autores portugueses.

A BELA É O MONSTRO
Quando Magui perde a sua melhor amiga num acidente bizarro, usa um feitiço para trazê-la de volta à vida. No entanto, Magui descobre que o que vitimou a sua amiga não foi exatamente um acidente... e alguém queria que ela fizesse o feitiço. Mas, quem? E para quê? Sem se aperceber, torna-se um peão num jogo muito, muito perigoso.

O JOGO DA MEIA-NOITE 2
Pedro jurou que nunca mais jogaria o Jogo da Meia-Noite. No entanto, quando algo o convence a repetir a experiência, ele cai de novo nas mãos do temível Homem da Meia-Noite... que o assombra com um novo conjunto de tenebrosas alucinações. Desta vez, Pedro tem de evitar uma tribo de indígenas cruéis, um monstro pré-histórico e esqueletos dançantes... Conseguirá voltar ao mundo real?

Saiba mais em http://bit.ly/abelaeomonstro. Assuste-se com o excerto disponível emhttp://bit.ly/abelaeomonstroexcerto.



Título: Tiro Certeiro
Autor: Robert Muchamore
Coleção
: Henderson’s Boys
Tradução: Miguel Marques da Silva
Págs.: 328
Capa: mole
PVP: 12,90 €

Tiro Certeiro, sexta aventura da coleção Henderson’s Boys
 
Robert Muchamore vem a Portugal apresentar o livro e uma nova coleção 

A 15 de maio, a Porto Editora publica Tiro Certeiro, sexto volume da série Henderson’s Boys, de Robert Muchamore, que revela as origens da CHERUB, a divisão juvenil do MI5 britânico. O autor vem a Portugal este
mês, para o lançamento da novíssima coleção Rock War e, claro, para dar a conhecer este novo livro da série Henderson’s Boys.
Em Portugal, o último dos doze volumes da primeira série da coleção CHERUB foi editado no início de 2013 e, desde então, a Porto Editora lançou quatro títulos da segunda série – com novo design, novos agentes, novas missões e ainda mais ação – e cinco da coleção Henderson’s Boys
(Tiro Certeiro é o sexto). O primeiro livro da série Rock War é publicado a 28 de maio e o autor vem a Portugal nessa altura participar na escolha dos vencedores de um concurso de bandas organizado pela Porto Editora, que tem os GNR como júri. A final acontece a 30 de maio, na FNAC Norteshopping. Nos dias seguintes, a 31 de maio e a 1 de junho, Robert Muchamore contactará com leitores na Feira do Livro de Lisboa.
Até ao momento, em Portugal, já se venderam cerca de 500 mil livros da autoria de Robert Muchamore.

SINOPSE
Primavera de 1943.
A Alemanha começa a vacilar na guerra, mas Hitler não desiste. Num bunker secreto na França ocupada, vários cientistas dedicam-se à construção da arma mais mortal de Hitler: nome de código, FZG-76.
Em Inglaterra, os agentes de Henderson recebem treino de francoatirador para tentarem infiltrar-se no bunker. Aterrando, depois, de paraquedas na França ocupada, descobrem um dossiê secreto cheio de
informação vital que mudará definitivamente o rumo da guerra.
Para efeitos oficiais, estas crianças não existem…

O AUTOR
Robert Muchamore nasceu a 26 de dezembro de 1972, em Islington, Inglaterra. Trabalhou durante treze anos como detetive privado, mas abandonou a profissão para se dedicar à escrita a tempo inteiro.
Costuma levar quatro a cinco meses a escrever um livro, sendo que dedica o primeiro à pesquisa e o segundo à planificação da história. Só depois escreve. Segundo o próprio, tentar escrever aquilo que gostaria de ter lido aos 13 anos de idade foi a principal razão para a criação da coleção CHERUB.

IMPRENSA
É o autor estrangeiro preferido dos jovens leitores portugueses.
Diário de Notícias

Num país em que os pais se queixam sobre a falta de leitura dos filhos, Muchamore contraria esta situação. Diário de Notícias

Robert Muchamore é o escritor infantojuvenil da atualidade. Jornal de Notícias

Robert Muchamore, autor juvenil das séries CHERUB, arrasta multidões. Diário Económico

Livros do britânico Robert Muchamore são um sucesso entre os adolescentes. RTP

Coleção que conquista milhões de jovens. SIC


Título: A Erva das Noites
Autor: Patrick Modiano
Tradutor: Carlos Sousa de Almeida
Págs.: 104
PVP: 15,50 €

Porto Editora publica um dos mais aclamados romances do Nobel da Literatura 2014, Patrick Modiano

A Erva das Noites é um livro que reflete na perfeição a musicalidade e a poesia «modianesca»

Classificaram-no como «o mais belo poema em prosa da literatura francesa atual» (Livres Hebdo) e o Le Monde escreveu mesmo que, com este romance, o autor havia atingido «o cume de um género que ele próprio criou: a autoficção poético-policial»: A Erva das Noites é um dos mais recentes romances de Patrick Modiano, estava até agora inédito em Portugal e será publicado pela Porto Editora a 22 de maio. Documentando um período turbulento da História francesa, Modiano apresenta, com a «musicalidade» de pequena orquestra por que é conhecido, um romance negro e enigmático protagonizado por um escritor sexagenário que poderá mesmo ser reconhecido como o alter-ego do autor.
Na Porto Editora foram já publicados outros quatro romances de Patrick Modiano, o escritor vencedor do Prémio Nobel da Literatura 2014: Para Que não Te Percas no Bairro, Dora Bruder, As Avenidas Periféricas e O Horizonte.

Sinopse:
De certo modo ligado a uma ocorrência criminal no início dos anos 60, Jean tenta clarificar as circunstâncias que o levaram a conviver com o grupo do Hotel Unic, em Montparnasse, e com uma certa Dannie, por quem estava apaixonado.
Juntando os seus fragmentos de memória com as peças soltas de um dossier da Brigada de Costumes, ele reabre um inquérito há muito arquivado, de que é, no fundo, a última testemunha.

Sobre o autor:
Patrick Modiano nasceu em Boulogne-Billancourt, nos arredores de Paris, em julho de 1945, e publicou o seu primeiro romance (La Place de l’Étoile) em 1968. Com Rue des Boutiques Obscures, obteve em 1978 o Prémio Goncourt. Em 1972, recebeu o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa com As Avenidas Periféricas.
Considerado hoje um dos mais importantes escritores franceses, e autor de uma vasta obra, foi distinguido com o Grande Prémio Nacional das Letras e com o Prémio Nobel da Literatura de 2014.

IMPRENSA
O mais belo poema em prosa da literatura francesa atual. Livres Hebdo

Um dos livros mais hipnóticos do autor. Um romance onírico, que nos deixa sem fôlego e cuja musicalidade perdurará na memória e no coração. Lire

Em A Erva das Noites, Patrick Modiano atinge o cume de um género que ele próprio criou: a autoficção poético-policial. Modiano nunca havia escrito um texto tão poético, tão sedutor, como este aparente romance negro. Le Monde


Título: O bizarro incidente do tempo roubado
Autor:
 Rachel Joyce
Tradução: José Vieira de Lima
Págs.: 360
Capa: mole
PVP: 16,60 €
 
Porto Editora publica novo romance de Rachel Joyce 
O bizarro incidente do tempo roubado é o segundo romance da escritora inglesa 
Em maio de 2014, a Porto Editora publicou o vencedor do National Book
Award, na categoria New Writer of the Year, e finalista do Man Booker Prize, o extraordinário A improvável viagem de Harold Fry, da inglesa Rachel Joyce, que vendeu mais de 2 milhões de exemplares em todo o mundo. Um ano depois, a 15 de maio, chega às livrarias portuguesas o segundo romance desta talentosa escritora britânica, intitulado O bizarro incidente do tempo roubado.
Com esta obra, Rachel Joyce traça o retrato de uma família levada ao desespero pela obsessão de uma criança e confirma o seu talento de grande romancista. A autora está traduzida em quase 40 países e é considerada uma das mais interessantes vozes da ficção britânica contemporânea.

Sinopse:
Em 1972, foram adicionados ao tempo dois segundos para compensar o movimento de rotação da Terra. Byron Hemmings está fascinado por este fenómeno. Nesse mesmo ano, envolve-se num acidente de consequências devastadoras. Byron e James Lowe, o seu melhor amigo, estão convencidos de que a culpa foi daqueles dois segundos. Assim, decidem iniciar uma investigação para apurar as verdadeiras razões de tal acidente. Mas desafiar o destino pode ser perigoso…

Sobre a autora:
Rachel Joyce vive numa quinta do Gloucestershire, em Inglaterra. Durante vinte anos escreveu argumentos para rádio, televisão e teatro. Também passou pelo palco, experiência que lhe valeu alguns prémios. A improvável viagem de Harold Fry foi o seu primeiro romance. Este livro recebeu o National Book Award para primeira obra e foi considerado em vários meios de comunicação um dos melhores livros de 2012. Foi também finalista do Man Booker Prize desse ano.

IMPRENSA
Um romance empolgante sobre as restrições esmagadoras que uma classe social pode impor, o fardo das expectativas dos pais e o estigma ligado às doenças mentais. The Independent

Quem nos dera que houvesse mais escritoras como Rachel Joyce. The Daily Telegraph 
 kk


Título: A Pedra das Lágrimas – Parte I
Autor: Terry Goodkind
Tradução: Ângelo dos Santos Pereira
Págs.: 488
PVP: 17,70 €

Novo livro de uma das sagas de fantasia com mais sucesso em todo o mundo

Depois de publicar A Primeira Regra dos Feiticeiros (partes I e II), de Terry Goodkind, a Porto Editora lança a sequela: A Pedra das Lágrimas – Parte I. Esta aguardada novidade chega às livrarias no dia 15 de maio.
Desde que começou a ser publicada, em 1994, esta saga alcançou o sucesso internacional, foi traduzida para 20 línguas e conta com mais de 26 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Só em França, estima-se que as vendas desta série sejam superiores a um milhão de livros e, dentro do género, é a saga com maior sucesso do país, depois de A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin.
A publicação da segunda parte deste livro está prevista para julho deste ano.

Sinopse:
Richard e Kahlan conseguiram finalmente vencer o poderoso Darken Rahl. Contra todas as probabilidades, encontram também uma forma de viver algo que julgavam impossível: o seu amor.
No entanto, o que parecia ser o início de um longo idílio é bruscamente interrompido: o véu para o mundo inferior foi rasgado. Darken Rahl, agora no reino dos mortos, é colocado ao serviço de um poder ainda mais sinistro, pior do que qualquer outro: o Guardião do mundo inferior pretende governar também os vivos, aprisionando-os num limbo eterno. O único capaz de o deter é Richard, o homem que nasceu para a verdade e que foi marcado pela morte.
Guerra, sofrimento, tortura e mentiras envolvem nas suas teias o seeker e a Madre Confessora. Um destino de morte violenta – ou uma existência condenada ao calvário perpétuo – parece certo, a menos que a sua coragem e fé, e um pouco de sorte, os conduzam à chave que pode circunscrever o poder do Guardião: a Pedra das Lágrimas.

Sobre o autor:
Terry Goodkind nasceu em 1948 em Omaha, no Nebrasca. Em 1994 publicou o primeiro livro da série de fantasia épica A Espada da Verdade, que viria a ter um sucesso retumbante, com mais de 26 milhões de exemplares vendidos e traduções em mais de 20 línguas.
 
IMPRENSA
Uma sequela convincente [de A Primeira Regra dos Feiticeiros], repleta de reviravoltas surpreendentes em alguns conceitos familiares, que resulta numa narrativa impressionante.
SFBook Reviews

Muita ação, personagens cativantes e cenários construídos com requinte e inteligência.
Booklist

Tudo o que podíamos exigir de uma fantasia épica.
Publishers Weekly

Os talentos de Goodkind para a construção de cenários e caracterização de personagens são novamente apresentados nesta sequela de A Primeira Regra dos Feiticeiros.
Library Journal


Título: Poemas Canhotos
Autor: Herberto Helder
Págs
.: 56
Capa: Dura
PVP: 16,60 €

O último livro de Herberto Helder

Poemas Canhotos é publicado a 15 de maio pela Porto Editora
 
Na próxima sexta-feira, dia 15 de maio, a Porto Editora orgulha-se de publicar Poemas Canhotos, o último livro de poemas inéditos de Herberto Helder, que o terminou pouco antes de morrer. Esta edição inclui uma bibliografia completa dos livros publicados pelo autor, cuidadosamente preparada por Luis Manuel Gaspar.

De acordo com a vontade de Herberto Helder, Poemas Canhotos terá uma edição de tiragem única.

a amada nas altas montanhas
o amador ao rés das águas

Um dos poemas deste livro, «[fico tão feliz quando vejo como os golfinhos são…]», 

O AUTOR
Herberto Helder nasceu em 1930 no Funchal, onde concluiu o 5.º ano. Em 1948 matriculou-se em Direito mas cedo abandonou esse curso para se inscrever em Filologia Românica, que frequentou durante três anos. Teve inúmeros trabalhos e colaborou em vários periódicos como A Briosa, Re-nhau-nhau, Búzio, Folhas de Poesia, Graal, Cadernos do Meio-dia, Pirâmide, Távola Redonda, Jornal de Letras e Artes. Em 1969 trabalhou como diretor literário da editorial Estampa. Viajou pela Bélgica, Holanda, Dinamarca e em 1971 partiu para África onde fez uma série de reportagens para a revista Notícias. Em 1994 foi-lhe atribuído o Prémio Pessoa, que recusou. Faleceu em Cascais a 23 de março de 2015, tinha 84 anos.