sexta-feira, 18 de Abril de 2014

[Reportagem] - Juliet Marillier em Portugal


Este post vem atrasadíssimo mas... a verdade é que vem!
Em Outubro do ano passado Juliet Marillier esteve em Lisboa e eu tive a sorte de poder estar com a autora. Um enorme obrigada desde já à Planeta por esta oportunidade.


Este foi um encontro especial que juntou Juliet Marillier com algumas bloggers suas fãs. Assim, a conversa contou com a participação da Sofia do blogue Morrighan, a Joana das Histórias de Elphaba, a Patrícia do Chaise Longue e a Claudia do Uma Biblioteca em Construção.

A autora, sempre simpática e bem disposta, respondeu a todas as perguntas que lhe foram colocadas. Algo interessante que a autora referiu foi que nem sempre teve a ligação que tem agora ao género fantástico. Este género foi-se entranhando na autora através da influencia de J.R.R. Tolkien e Marion Zimmer Bradley. A preferência da autora recaiu sempre nos contos tradicionais.

Foram recordados todos os livros já publicados e várias foram as questões sobre eles. A autora referiu que o livro que continua a ter mais feedback é "A Filha da Floresta" (opinião aqui). "A Vidente de Sevenwaters2 é, por sua vez, o livro que a autora menos gosta, tendo referido que ficou abaixo das expectativas devido a ter feito pausa na escrita devido ao tratamento do cancro (que felizmente conseguiu vencer). 

Foi questionado se iria continuar As Crónicas de Bridei, por ser uma série muito apreciada pelos leitores. No entanto a autora referiu que isso poderá não acontecer, com muita pena dela, devido a contratos editoriais.

Para além dos livros já publicados Juliet falou-nos um pouco sobre o projecto em que se encontra a trabalhar. É o primeiro livro de uma série passada no mesmo tempo que Sevenwaters e que vai ter como protagonista uma mulher em risco de vida que para se salvar terá de optar por um modo de vida que não lhe agrada. Juliet tem esperança de que este projeto resulte nos seus melhores livros de sempre. Eu fiquei super curiosa e espero que venha a chegar cá para que possamos, mais uma vez, viajar nas estórias da autora.

Juliet disse ainda que o contacto com os seus leitores é muito importante, o que a leva a estar com frequência na internet, apesar de admitir que esta ferramenta a leva a afastar-se um pouco da escrita.


Esta não foi a primeira vez que Juliet visitou Portugal, já conhecendo Lisbos e Sintra. Referiu no entanto que gostaria de conhecer mais do nosso país e que Portugal teria locais belíssimos para um livro.




No final consegui um autografo e uma caneca Shadowfell. Foi uma tarde bem passada :)
Já estou cheia de vontade que a autora venha novamente. E vocês, são fãs de Juliet?

quinta-feira, 17 de Abril de 2014

[Moda] - Missly


A Missly é uma marca registada feminina, 100% nacional que nasceu a 17 de Abril de 2013 e desde então desenvolve criações de moda com identidade e personalidade própria, com um estilo arrojado e sofisticado que pode ser adaptado a diferentes estilos e idades.
O espírito de moda Missly consiste em peças com design, estilo e glamour.
Na Coleção Primavera/Verão Missly aposta num design arrojado com muita cor, em tecidos de cetim, seda, lyocell e lycra, floridos, rendados e lisos.
Apenas vende on-line e já tem alguns parceiros lojistas a revender a marca.
Eu não conhecia e, sinceramente, fiquei arrebatada por algumas das peças. Querem ver? :D
Podem ver mais aqui: http://issuu.com/nobodymodels/docs/catalogomissly_issuu
Ou na página do facebook: https://www.facebook.com/pages/Missly/
:D Ora, quem sabe um dia ainda partilho aqui uma foto com uma beleza destas? *.* E vocês?



AMOOOOOO

ADOROOOO




quarta-feira, 16 de Abril de 2014

[Passatempo] - "A Amante do Papa" de Jeanne Kalegridis.



O Tertúlias, em colaboração com a Planeta, tem um exemplar do livro "A Amante do Papa" de Jeanne Kalegridis.

Para terem a hipótese de ganhar este livro basta responderem acertadamente às questões abaixo, e claro, seguir as regras. Podem participar até ás 23h59 de dia 23 de Abril

Se partilharem o passatempo publicamente será acrescentada uma entrada extra.

As respostas podem ser encontradas aqui..



Regras:
1) O passatempo decorrerá até às 23h59 do dia 23 de Abril
2) Qualquer participação que não possua algum dos dados correctamente preenchido ou contenha respostas incorrectas é automaticamente anulada.
3) OBRIGATÓRIO ser seguidor público do blogue ou seguidor via facebook   
4) O vencedor será escolhido aleatoriamente, através do Random. 
5) O vencedor será publicado no blogue e será contactado por email.  
6) É aceite uma participação por pessoa/email e residentes em Portugal (continental e ilhas)  
7) Nem eu nem as editoras nos responsabilizamos por extravios nos ctt


terça-feira, 15 de Abril de 2014

[Resultados Passatempos] - Inicio de Abril

Passatempo Especial 24 Anos:
Prémios: 
  • Energy E4 mini e-reader  e uma capa para o mesmo.

Colaboração: Energy Sistem

Nº participações válidas:569 (já com as entradas extra das partilhas)


Vencedor é...
92. Débora...Silva, Lisboa



Prémio: 
  • 1 exemplar do livro "Lágrima"

Colaboração: Planeta

Nº participações válidas: 203 (já com as entradas extra das partilhas)


Vencedor é...
13. Anabela...Neto, Queluz


Especial Dia do Livro Infantil
Prémio: 
  • 1 exemplar do livro "Gugui, o dragão azul"


Nº participações válidas: 159 (já com as entradas extra das partilhas)


Vencedor é...
25. Manuela...Santos, Lisboa


Prémio: 
  • 1 exemplar do livro "A Vingança veste Prada"

Colaboração: Editorial Presença


Nº participações válidas: 204 (já com as entradas extra das partilhas)


Vencedor é...
93. Daniela...Augusto, Marinha Grande

[Novidade] - 5 Sentidos: "Feitiço" de Sylvia Day


Data de publicação: 24 Abril 2014

               Titulo Original: Spellbound
               Tradução: Cláudia Ramos
               Preço com IVA: 15,50€
               Páginas: 216
               ISBN: 9789720046598





A 24 de abril, chega às livrarias Feitiço, um novo romance de Sylvia Day, autora da série de sucesso Crossfire, que vendeu mais de 12 milhões de livros no mundo inteiro. 
A publicação desta obra da autora na 5 Sentidos responde aos anseios de milhares de leitores portugueses. 
Líder das principais listas de vendas internacionais, a série Crossfire, protagonizada por Eva e Gideon, é composta, até ao momento, pelos livros Rendida, Refletida e Envolvida. Feitiço é uma obra em tudo próxima e cheia de momentos de enorme sedução. 

Sylvia Day é uma autora várias vezes finalista do prémio RITA (da Romance Writers of America). Publicou em e-book, com grande sucesso, a série Crossfire, que despertou o interesse das maiores editoras internacionais. Rendida, por exemplo, teve uma primeira tiragem, só nos Estados Unidos, de um milhão de exemplares. 
Desde que foram publicados, os livros desta série têm conseguido, inclusivamente, ultrapassar a trilogia de As Cinquenta Sombras de Grey, nos primeiros lugares dos principais tops de vendas mundiais. 
Recentemente, os famosos estúdios Lions Gate adquiriram os direitos para adaptação à televisão.

Sinopse: Max Westin: a personificação da sensualidade. Victoria podia até cheirá-la e senti-la assim que ele se aproximava. Tudo nele era brutal e determinado. Uma criatura primitiva, tal como ela. 
Max segurou a mão dela de forma intensa e a sua respiração ofegante e excitante deixou bem clara a sua intenção de a possuir, de a domar. "Victoria." O nome dela, uma só palavra, foi entoado com tamanha possessividade que ela quase sentiu a coleira à volta do pescoço 
“Está na tua natureza”, murmurou ele. “O desejo de seres possuída.” 
Neste jogo do gato e do rato, tudo parece uma ilusão mas a paixão é muito real.

Sobre a autora: Sylvia Day é autora bestseller internacional de mais de uma dúzia de romances premiados e traduzidos para 38 línguas. Nomeada para Goodreads Choice Award for Best Author, o seu trabalho foi também já distinguido como Amazon’s Best of the Year Romance.
Sylvia Day foi ainda galardoada com prémios prestigiantes como RT Book Reviews Reviewers’ Choice Award além de ter sido duas vezes finalista do prestigiado Romance Writers of America. 

Saiba mais sobre a autora em www.sylviaday.com e facebook.com/authorsylviaday e ainda twitter.com/sylday

Imprensa
«Entre o excitante enredo e as sensuais cenas de sexo, os leitores de Feitiço ficarão a querer sempre mais.»
RT Book Reviews 

«Excitante, agressivo e profundamente sensual (…) uma leitura que não vai desapontar os fãs de Sylvia Day.»
Library Journal


Leia as primeiras páginas aqui.


[Novidades] - "Prometo Falhar" de Pedro Chagas Freitas


Título: Prometo falhar
Autor: Pedro Chagas Feitas
Editora: Marcador | LIVROS RTP – 4º
Nº de Páginas: 384 
PVP: 17,50€  

Disponível a partir de 15 de Abril

AUTOR COM MAIS FÃS EM PORTUGAL PUBLICA «PROMETO FALHAR», UM LIVRO
INTIMISTA E SINCERO COM UM TOQUE DE AMOR

Prometo Falhar é um livro de amor.
O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. O amor.
No seu estilo intimista, quase que sussurrado ao ouvido, Pedro Chagas Freitas leva o leitor aos estratos mais profundos do que sente. E promete não deixar pedra sobre pedra.
Mergulhe de cabeça numa obra que mostra sem margem para equívocos porque é que é possível sair ileso de tudo. Menos do amor.

«O AMOR ACONTECE QUANDO DESISTIMOS DE SER PERFEITOS»

PEDRO CHAGAS FREITAS escreve. Publicou 22 das mais de 150 obras que já criou. Foi, ou ainda é, jornalista, redactor publicitário, guionista, operário fabril, barman, nadador salvador, jogador de  futebol, e muitas outras coisas igualmente desinteressantes. Orienta desorientadas sessões de escrita criativa por todo o país e arredores. Gosta de gatos, de cães e de pessoas. Não gosta de eufemismos e de bacalhau assado.



 


Lançamento a 15 de Abril pelas 21h30 na FNAC NORTESHOPPING
e a
6 de Maio em Lisboa na FNAC CHIADO, pelas 19h30.



segunda-feira, 14 de Abril de 2014

[Novidades] - Planeta: 16 de Abril

FICÇÃO ESTRANGEIRA

Titulo: A AMANTE DO PAPA
Autora: Jeanne Kalegridis
Páginas: 464
PVP: 19,95€
Disponível a 16 de Abril

Um romance histórico irresistível sobre a vida notável de
Catarina Sforza, uma corajosa e brava mulher do Renascimento
italiano, que teve os amantes que lhe apeteceu, entre os quais
o cardeal Bórgia, que viria a ser eleito papa Alexandre.

 Tendo como pano de fundo uma corte exuberante e vibrante com personagens inesquecíveis e figuras históricas, a autora recria com rigor histórico o ambiente da Renascença italiana.
Uma história de coragem e ambição sobre uma condessa cuja vontade e paixão não conheciam limites.
Jeanne Kalogridis consegue de forma magistral mostra-nos a história verdadeira da Itália renascentista, através da vida de uma mulher nascida na época errada que mostrou uma força surpreendente num mundo dominado pelos homens, na segunda metade do século XV.
Filha do duque de Milão e mulher do conivente conde Girolamo Riario, Catarina Sforza foi a guerreira mais corajosa do Renascimento italiano.
Governou os seus territórios, travou as suas lutas e teve sempre os amantes que lhe apeteceu, sem consequências até ter um caso com Rodrigo Bórgia.
A sua história notável é contada pela dama de companhia, Dea, uma mulher conhecida por ler as cartas de sorte, as antecessoras do tarô dos nossos dias.
Enquanto Dea tenta descobrir a verdade sobre o assassínio do marido, Catarina, sozinha, rechaça os invasores que tentarão roubarlhe o título e as terras.
No entanto, Dea lê as cartas e estas revelam que Catarina não pode fazer frente a um terceiro e último invasor: nada mais, nada menos do que César Bórgia, filho do corrupto papa Alexandre VI, que tem umas velhas contas a ajustar com Catarina.
Encurralada na fortaleza de Ravaldino enquanto os canhões de Bórgia atingem as muralhas, Dea passa em revista o passado escandaloso e os combates de Catarina para compreender o destino de ambas, e Catarina tenta corajosamente aniquilar o exército inexpugnável de Bórgia.

Sobre a autora
Jeanne Kalogridis vive com o companheiro na Carolina do Norte, onde ambos partilham uma casa com dois cães. É autora de The Bórgia Bride, Mona Lisa, The Devil’s Queen, obras
elogiadas pela crítica, e de muitos outros romances fantásticos e históricos.

Titulo: A GUERRA DOS TRONOS, VOL. 3- BD
Autor: George R. R. Martin
Páginas: 192
PVP: 17,76€
Disponível a 16 de Abril

JÁ LEU OS LIVROS.
JÁ VIU A SÉRIE.
AGORA, DESFRUTE DA BD.
A GUERRA DOS TRONOS Vol. 3

Chega agora mais um livro da aclamada série da adaptação em banda desenhada de A Guerra dos Tronos, a terceira parte da saga best-seller em todo o mundo, que conta com quatro volumes.

George R. R. Martin junta-se ao conhecido romancista Daniel Abraham e ao ilustrador TommyPatterson para dar uma nova vida à obra-prima da fantasia heróica A Guerra dos Tronos, como nunca foi visto em graphic novels a cores, dando uma visão única do mundo idealizado por Martin.
George R. R. Martin trabalhou dez anos em Hollywood como escritor e produtor de diversas séries e filmes de grande sucesso.
Autor de muitos best-sellers, foi em meados dos anos 90 que começou a sua mais famosa obra:
A Guerra dos Tronos, que se tornou na saga de fantasia mais vendida dos últimos anos.

Sobre o autor
Nasceu em 1948, em New Jersey. Trabalhou dez anos em Hollywood como argumentista e produtor de diversas séries e filmes de grande sucesso.
Em meados de anos 90 que começou a sua obra mais famosa, As Crónicas de Gelo e Fogo. Com cinco volumes já publicados, é o maior sucesso do escritor e a saga de fantasia mais vendida dos últimos anos.
A primeira obra da colectânea, A Guerra dos Tronos, publicada em 1996, foi adaptada para formato televisivo, pelo canal norte-americano HBO, em 2011.
Além da série de televisão, os livros de George R. R. Martin foram adaptados para um grande número de formatos, como jogos de computador ou livros de banda-desenhada.
George R.R. Martin é tido como um dos escritores de literatura fantástica de maior sucesso da actualidade, considerado pela revista Time como um dos 100 homens mais influentes do mundo. O autor tem as suas obras traduzidas em 20 línguas e cerca de 15 milhões de livros vendidos em todo o mundo.

NÃO FICÇÃO NACIONAL

Titulo: O MOVIMENTO DOS CAPITÃES E O 25 DE ABRIL
Autores: Avelino Rodrigues, Cesário Borga e Mário Cardoso
Páginas:
PVP:
Disponível a 16 de Abril

O livro O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril, escrito por três jornalistas que ficaram conhecidos como os «cronistas da Revolução» e editado pela primeira vez em Novembro de 1974, regressa às livrarias, quarenta anos depois, numa 5.ª edição revista e aumentada, a partir de 16 de Abril.

Avelino Rodrigues, Cesário Borga, Mário Cardoso«Este livro mantém intactas as qualidades que fizeram dele um dos livros mais emblemáticos de quantos se publicaram no imediato pós-25 de Abril.» Boaventura de Sousa Santos, in prefácio

Um relato pormenorizado de todos os passos, reuniões, planos, êxitos e vicissitudes, até ao dia da operação que pôs fim ao Estado Novo e devolveu a liberdade aos portugueses.

Este livro traça o roteiro da preparação da Revolução e a evolução política dos conspiradores:
 A contestação ao congresso dos combatentes, em Junho de 1973.
 O spinolismo e o Movimento na Guiné.
 Os passos do Movimento em Angola e Moçambique.
 A reunião inaugural do Movimento dos Capitães em 9 de Setembro, no Alentejo.
 A influência do livro do general Spínola Portugal e o Futuro.
 As consequências do 16 de Março, em Caldas da Rainha.
 A aprovação do programa político elaborado pelo major Melo Antunes.
 O plano de operações e o desencadear da acção a 25 de Abril.
 O povo unido.
 A origem de classe dos capitães.

O QUE SE DISSE SOBRE O LIVRO
«O Livro do 25 de Abril.» Almeida Martins, Visão, 26.04.2001
«Um clássico da Revolução.» José Pedro Castanheira, Expresso, 02.06.2001
«Obra histórica e indispensável sobre o Movimento das Forças Armadas da madrugada libertadora do 25 de Abril.» Guilherme de Oliveira Martins, 22.04.2001
«Reedição oportuna e necessária, que no essencial não foi rasurada pela hermenêutica histórica entretanto empreendida.» José Manuel Mendes, 04.05.2001
Uma reedição que não tem nada de revivalismo porque aquelas páginas ainda guardam hoje a mágica de uma revolução.” António Vitorino, 26.04.2001
Vários estudiosos abordaram já este problema (a origem de classe do Movimento dos Capitães). Os primeiros parecem ter sido aqueles que já mereceram o epíteto de ‘cronistas da revolução’ e a quem desejamos prestar aqui uma homenagem.” Coronel Aniceto Afonso in Subsídios para a caracterização sociológica do Movimento dos Capitães

Sobre os autores
Avelino Rodrigues, Cesário Borga e Mário Cardoso são autores de uma trilogia sobre o processo revolucionário: O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril (1974), Portugal depois de Abril (1975) e Abril nos quartéis de Novembro (1976).
Jovens jornalistas em 1974, com carreiras iniciadas poucos anos antes nos grandes jornais diários, tinham-se encontrado em 1972 na redacção do Diário de Lisboa e constituíram uma equipa que reflectia e tentava romper os limites então impostos à profissão e ao direito de informar. Trabalho que continuaram depois da Revolução, já na RTP e na intervenção sindical, sempre lutando por uma informação independente e ao serviço da sociedade.